Pembroke Welsh Corgi - a raça de cães da Rainha Elizabeth II

Pembroke Welsh Corgi – a raça de cães da Rainha Elizabeth II

O que você vai ler neste post

Você conhece os Pembroke Welsh Corgi – a raça de cães da Rainha Elizabeth II?

Veja como a adoção destes cães por parte da realeza mudou a história desta linha canina.

Pembroke Welsh Corgi – a raça de cães da Rainha Elizabeth II

Pembroke Welsh Corgi - a raça de cães da Rainha Elizabeth II

Primordialmente, tudo começou com a pequena cachorrinha Susan.

A saber, Susan foi um presente para o 18º aniversário da princesa Elizabeth.

Susan foi registrada inicialmente como “Hickathrift Pippa”, mas no início era chamada de Sue, evoluindo para Susan.

A princípio, Susan e Elizabeth ficaram tão ligadas uma à outra a ponto da cachorrinha acompanhar a princesa em sua lua de mel, escondida sob cobertores na carruagem real.

A história real do Corgi

No entanto, Susan não foi a primeira exposição da raça Corgi.

Na verdade, Corgis já fizeram parte da família real anteriormente.

De fato, em 1933, a criadora Thelma Gray trouxe uma ninhada de filhotes de Corgi para mostrar ao duque de York e sua família.

Logo, a família escolheu um cachorro e o nomeou Dookie, mas alguns anos depois, Gray deu à família real outro Corgi, chamado Jane.

E assim, começava a história dos Corgis reais…

No início da Segunda Guerra Mundial, Dookie faleceu, mas Jane deu à luz um cachorrinho chamado Crackers.

Jane foi acidentalmente atropelada e morta em 1944 e a princesa Elizabeth ficou de coração partido.

Mas depois, eis que surge a Susan na vida da princesa Elizabeth, sendo o primeiro Corgi a pertencer exclusivamente a ela.

Logo, a ancestral comum de todos os Corgis da rainha se tornou a base de um programa de criação de Corgis na realeza, devido ao seu incrível pedigree.

O programa de criação da rainha

Como Michael Joseph Gross escreveu em seu artigo na revista Vanity Fair, a rainha supervisionou pessoalmente o programa de criação da raça de Pembroke Welsh Corgi, no Castelo de Windsor.

Curiosamente, filhotes de raça pura de seu canil estão registrados sob o afixo de Windsor.

Holly e Willow, os dois últimos Corgis da rainha, pareciam ser a 14ª geração dos descendentes de Susan.

Mas como a rainha se importava com todos aqueles cachorros?

A resposta: Bill e Nancy Fenwick tornaram-se os guardiões dos Corgis.

De antemão, Nancy treinou os cães para subir escadas, alimentou-os e cuidou deles, além de ajudar a encontrar outras espécies para acasalar com os cães da rainha.

O fim de uma era Corgi – a raça de cães da Rainha Elizabeth II

Após décadas de devoção à raça, Windsor terminou seu programa de Corgi.

A princípio, quando a rainha-mãe morreu, as pessoas na comunidade do Corgi começaram a perceber que o programa de criação havia parado.

Em 2012, Monty Roberts, o conselheiro eqüino da rainha, perguntou-lhe sobre a criação de seus Corgis.

A rainha teria dito que ela “não queria mais ter cachorros jovens, sendo assim, após a morte de Willow , apenas os “Dorgis” permanecem.

Passado mas não esquecido

Amor por cães

Embora possa não haver nenhum Corgi no convívio da rainha atualmente, seu impacto na sociedade e no reinado de Elizabeth permanece sempre presente.

Como Roberts disse, “a rainha criou uma avenida pela qual as pessoas poderiam incluir animais como parte de nossa estrutura social”.

Baixe Grátis

Baixe agora a Versão Demo GRÁTIS do Livro Do Pátio ao Sofá de Casa

Sem dúvida, a rainha usou seu amor por cães para tornar a monarquia e o convívio familiar ainda amigável.

Certamente, também recebeu muito amor e carinho canino dos seus melhores amigos.

Recentemente, os Corgis foram protagonistas em produções como “The King’s Speech” e “The Crown“.

Tenha um cão educado, feliz e em perfeita harmonia em sua casa.

Conheça agora o Manual Prático “Do Pátio ao Sofá de Casa” e conviva feliz com o seu cachorro dentro de casa. 

Lembrou de alguém?

Compartilhe com seus amigos este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Vinicius Kolling

Vinicius Kolling

Autor do livro e do blog “Do Pátio ao Sofá de Casa“. Minha ideia com este blog é transcrever minha experiência positiva como pai de 3 cães e como fiz para que eles sejam exemplos de educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia mais!

Cães estão sendo treinados para farejar portadores de COVID-19

Cães estão sendo treinados para farejar portadores de COVID-19

Cães estão sendo treinados para farejar pessoas infectadas pela COVID-19 por possuírem os melhores biossensores olfativos. Além de se apresentarem imunes ao contágio da COVID-19. …

Coninue lendo →
3 cuidados com os cães durante o inverno

3 cuidados com os cães durante o inverno

Veja 3 cuidados com os cães durante o inverno e temperaturas frias. De fato, o inverno já está se aproximando e trazendo consigo temperaturas mais …

Coninue lendo →
Border Collie: a raça mais inteligente do mundo

Border Collie: a raça mais inteligente do mundo

Border Collie: a raça mais inteligente do mundo se destaca dentre as demais. A saber, a raça Border Collie advém da categoria de cães Collies. …

Coninue lendo →

BAIXE GRÁTIS

Quer ter um cão educado, feliz e em perfeita harmonia em sua casa?

Baixe AGORA a versão Free do  Manual Prático de convivência Canina “Do Pátio ao Sofá de Casa” e tenha um cão feliz e educado junto da sua família.

BAIXE GRÁTIS

Quer ter um cão educado, feliz e em perfeita harmonia em sua casa?

Baixe AGORA a versão Free do  Manual Prático de convivência Canina “Do Pátio ao Sofá de Casa” e tenha um cão feliz e educado junto da sua família.